Teologia Sistemática - Franklin e Myatt



“O professor G. C. Berkouwer da Universidade Livre de Amsterdã certa vez observou numa aula, ‘Senhores, todos os grandes teólogos começam e terminam a sua obra com uma doxologia!’ A doxologia – os escritos dos grandes mestres exalam o espírito de doxologia. As suas obras vão além da análise e da exposição e chegam até o louvor. Leia as obras do apóstolo Paulo, o primeiro teólogo da igreja. No meio de seu tratado mais rigoroso sobre a eleição, ele interrompe o fluxo de seu pensamento, para exclamar: ‘Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria, como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos e quão inescrutáveis os seus caminhos!’ (Rm 11.33). Encontramos o mesmo espírito da doxologia nos gigantes da história da igreja. Não podemos deixar de mencionar Agostinho, Atanásio, Anselmo, Aquino, Lutero, Calvino e Edwards, para falar dos melhores. Nenhum deles é infalível. Podemos encontrar pontos de desacordo entre eles. Todavia há umanotável e profunda unidade entre eles em relação às doutrinas essenciais da fé”. R. C. Sproul



Este site contém links para outros sites, cujos conteúdos são de responsabilidade dos respectivos proprietários. Dúvidas sobre os links aqui publicados, avise-nos pelo e-mail: contatogospelbook@gmail.com, tomaremos as providências necessárias imediatamente.