A Gloriosa Relação Entre a Predestinação e o Convite do Evangelho - C. H. Spurgeon


Créditos: Projeto Spurgeon
Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. (João 6:37)
Estas duas sentenças têm sido consideradas como representativas de dois aspectos da doutrina cristã. Permitem-nos vê-la de dois pontos de vista – em direção a Deus e em direção ao homem. A primeira sentença contém o que alguns chamam de alta doutrina. Se por ‘alta ” eles querem dizer ‘gloriosa para com Deus’ concordo plenamente com eles; pois é uma grande e divina verdade o que o Senhor Jesus declara nestas palavras: ‘Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim.’  Alguns têm identificado este lado da verdade como Calvinista; mas enquanto é verdade que Calvino a ensinou, também o fizeram Agostinho, Paulo e o próprio Senhor, de quem são estas palavras. 

A Gloriosa Relação Entre a Predestinação e o Convite do Evangelho - C. H. Spurgeon A Gloriosa Relação Entre a Predestinação e o Convite do Evangelho - C. H. Spurgeon Reviewed by Gospel Book on janeiro 30, 2012 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.