A Vocação Segundo Lutero - Gustaf Wingren


Créditos: Leitor Cristão

Por isso, rejeita a santificação monástica entre quatro paredes e a imitação dos santos, obras feitas não apara o próximo, e sim, para Deus, e, em ultima analise, para o individuo que as pratica por acreditar que elas ajudam na própria salvação.
Também não aceita Lutero a santificação proposta pelos Schwärmer (fanáticos ou entusiastas), caracterizada por uma visão puramente negativa das coisas do mundo, constituindo-se, desse modo, numa recaída na ética monástica medieval.



Este site contém links para outros sites, cujos conteúdos são de responsabilidade dos respectivos proprietários. Dúvidas sobre os links aqui publicados, avise-nos pelo e-mail: contatogospelbook@gmail.com, tomaremos as providências necessárias imediatamente.