Enciclopédia do Protestantismo - Pierre Gisel, Lucie Kaennel


Créditos: Reis Book

A presente Enciclopédia do Protestantismo – centrada em uma realidade confessional, portanto particular – tem por objetivo propor esclarecimentos acerca do passado com vista a um presente a ser assumido, sempre em diálogo com as demais tradições e em função de um horizonte comum, cultural e social. Em resumo, o projeto proposto aqui é genealógico: explicação com uma memória e uma história efetiva, empreendida com questionamentos sobre o presente, com a certeza de que não há nem memória, nem explicação frutífera sobre o passado, nem tarefas contemporâneas a precisar sem um debate sobre a identidade, seja para superação, seja para renovação. Esta Enciclopédia do Protestantismo pôde e poderá ser usada para proveito interno pelos protestantes em suas realidades multiformes. Contudo, desde o início o projeto se inspirou no interesse de um público mais amplo, externo à igreja e às questões de fé. Assim contém uma exposição histórica e cultural, desenvolvida em relação ao que é humano, não específico de dada crença. De modo concreto, a Enciclopédia do Protestantismo é constituída de 48 grandes artigos, com sumários correspondentes e por volta de 1370 verbetes voltados para grandes nomes da história protestante – não apenas teológica ou eclesiástica, mas também política, social e/ou cultural (João Calvino, Elizabeth­ I, Johann Sebastian Bach, Hugo Grotius, John Locke, Germaine de Staël, Georg Wilhelm Friedrich Hegel, Otto von Bismarck, Dietrich Bonhoeffer, etc.). São mais de 300 autores de diversas nacionalidades, inclusive brasileiros fazendo uma contribuição importante para esta obra e os debates atuais da humanidade.

Todos os links em nosso site foram encontrados na internet e são enviados pelos usuários. Se você tiver alguma dúvida sobre problemas de direitos autorais, avise-nos pelo e-mail: contatogospelbook@gmail.com, tomaremos as providências necessárias imediatamente. 

↓Link

O Homem Eterno - G. K. Chesterton


Edição: Barba Branca

De toda a extensa obra de G.K. Chesterton, O homem eterno assinala sua criação mais surpreendente. A história da humanidade recontada de forma brilhante, a partir de duas particularidades que se complementam: a criatura chamada homem e o homem chamado Cristo. Com sua prosa peculiar e seu humor britânico certeiro, Chesterton delicia o leitor com seu raciocínio envolvente e provocativo. Sua obra aponta para os críticos da religião e, em especial, para os críticos do cristianismo. Para ele, a visão míope do ateísmo aliada a uma forte dose de conceitos preestabelecidos impedem que se compreenda a fascinante ação de Deus na história. Dividido em duas partes, O homem eterno traça um esboço da principal aventura da humanidade e a real diferença que se instaurou quando ela se tornou cristã. Mensagem envolvente que impulsionou C.S.Lewis, autor de As Crônicas de Nárnia, a abandonar o ateísmo e aventurar-se na jornada proposta por Chesterton.

Todos os links em nosso site foram encontrados na internet e são enviados pelos usuários. Se você tiver alguma dúvida sobre problemas de direitos autorais, avise-nos pelo e-mail: contatogospelbook@gmail.com, tomaremos as providências necessárias imediatamente. 

Enciclopédia do Protestantismo - Pierre Gisel, Lucie Kaennel Enciclopédia do Protestantismo - Pierre Gisel, Lucie Kaennel Reviewed by Publisher on agosto 07, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.